Os 7 dons do Espírito Santo - Profª Dita e Paulo de Tarso.

(Conforme Isaías 11, 2)

"Sobre ele pousará o Espírito de Javé: Espírito de Sabedoria e inteligência, Espírito de conselho e de fortaleza, Espírito de conhecimento e temor de Javé" Is 11, 2.

Este texto, a princípio parece trazer uma contradição com afirmações posteriores sobre o Espírito Santo, como por exemplo aquela registrada em 1º Cor 12, 4 que diz "Há diversidades de dons, mas um mesmo é o Espírito".

Esta suposta contradição, no entanto desaparece quando entendemos o significado do número sete na Bíblia, ou seja, um número perfeito, completo, pleno.

Esta é a razão pela qual o profeta Isaías, ao fazer menção do futuro rei messiânico, coloca descendo sobre ele 7 Espíritos. Ao ser batizado, porém vemos "o Espírito Santo" descer sobre Jesus. O que entendemos é que o profeta se refere aos dons ou manifestações do Espírito de Deus.

Semelhante situação encontramos no "fruto do Espírito" que embora estando no singular dando idéia de um, no entanto aparece no texto com as seguintes características: "Mas o fruto  do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade,  bondade, fidelidade, mansidão e autodomínio". Gl 5, 22.

Por esta razão devemos, não só relacionado ao Espírito Santo, mas também referindo-se a qualquer outro assunto, tratar com cuidado  sempre que aparecer o número sete. Pois novamente ele é mencionado em referência ao Espírito:  "Ao anjo da Igreja de Sardes escreve: "eis o que diz aquele que tem os sete Espíritos de Deus...". Ap 3, 1.

Mesmo Jesus, conhecendo o vasto material profético a respeito dele, não se considerou possuidor de 7 Espíritos, mas recordou a profecia, também de Isaías (61, 1-2), que diz: "O Espírito do Senhor está  sobre mim, porque ele me Ungiu para evangelizar os pobres, enviou-me para anunciar aos aprisionados a libertação, aos cegos a recuperação da vista, para pôr em liberdade os oprimidos e para anunciar o ano de graça do Senhor" Lc 4, 18.

Já que entendemos tratar-se de um só Espírito, vamos resumir e comentar a respeito das 7 manifestações ou dons mencionados no Livro de Isaías:

1) Espírito do Senhor - Precisamos entender em primeiro lugar, que a visão do Antigo Testamento difere da visão prevalecente no Novo. Neste contexto, o Espírito não é o Paráclito, nem recebido coletivamente, mas de forma pessoal, para aqueles que recebiam uma missão de Deus, seja como profeta, sacerdote, rei etc. Foi este Espírito que impulsionou toda a história do Antigo Testamento. Era chamado "Espírito do Senhor" e não "Espírito Santo". Observamos que sempre que este Espírito possuía alguém, este se tornava uma nova pessoa, capacitada a partir de então para o cumprimento do chamado divino, como por exemplo aconteceu com Davi " Samuel tomou o chifre com o óleo e lhe deu a unção no meio dos irmãos. Em conseqüência o Espírito do Senhor tomou conta de Davi desde este dia, e também em seguida". I Sm 16, 13.

2) SABEDORIA -  É descobrir que posso julgar com justiça, igualdade e bondade todos os acontecimentos da minha vida. Convém destacar que sabedoria é diferente de inteligência. Uma pessoa pode ser muito inteligente e ser tola, e o contrário também é verdadeiro.

3) INTELIGÊNCIA -  É saber ouvir e enxergar os fatos e problemas do dia a dia, com idéias claras e experiência, sabendo resolvê-los com a ajuda de Deus. É decifrar os códigos silenciosos que a vida nos remete, discernir e entender a manifestação, sinais ou ação de Deus ao nosso redor.

4) CONSELHO -  É conseguir ser prudente e ao mesmo tempo justo, no modo de advertir, ensinar e educar. É corrigir com fraternidade e amor.

5) FORTALEZA -  É possuir a virtude de ser forte, corajoso, pela graça de Deus, sabendo defender-se de todas as maldades existentes no mundo. É não esmorecer diante das lutas e problemas do dia a dia. Por diversas vezes vemos Deus aconselhando seus filhos a possuírem esta fortaleza, pois é através dela que somos capazes de superar os obstáculos. Por exemplo, quando ele diz a Josué: "...Não te ordenei que sejas forte e corajoso? Não temas e nem te acovardes, pois o Senhor teu Deus estará contigo por onde quer que andes". Js 1, 9

6) CONHECIMENTO - É ter a noção exata dos nossos conhecimentos, sabendo discernir com justiça e retidão, fundamentado na experiência de Deus. É também um conhecimento que se sobrepõe ao humano, revelando ao homem coisas e mistérios vindos de Deus. 

7) TEMOR DE DEUS -  É possuir um sentimento maior de reverência, veneração, zelo e respeito ao Pai que nos criou. Não devemos confundir Temor com Medo, pois são coisas totalmente diversas. O medo nos afugenta, enquanto o Temor nos aproxima de Deus.