Por que ler a Bíblia?  -    Prof.ª   Dita

 

Ultimamente tem-se ouvido através de algumas mensagens comerciais na     T.V,   definições e desculpas explicando as causas de não se ler a Bíblia.                        Ouve-se de tudo:

·        “É um livro muito grosso”.

·        “Possui uma linguagem difícil”.

·        “Não sei por onde começar”... e assim por diante. Quanto existe de verdade       em tudo isso?

 

Já é tempo de considerarmos as Escrituras como algo primordial em nossa vida. Como vou gostar e entender algo que não conheço? Assim o primeiro passo é nos esforçarmos com todo o empenho em conhece-la.

 

Jesus em suas andanças por este mundo, sempre insistiu e até muitas vezes  sentiu-se chateado e frustrado, quando constatava a ausência do conhecimento das Escrituras por parte do povo e de seus discípulos. Dizia Ele: Examinai as Escrituras, pois são elas que dão testemunho de mim.(Jo 5,39). Ela não falha... (Jo 10,35).

 

O apóstolo Paulo sentiu também grande resistência por parte de suas comunidades em estudar a Bíblia, e os adverte: Tudo o que aconteceu com Jesus só pode ser entendido à luz das Escrituras. 1Cor 15,1-11. Toda Escritura é divinamente inspirada por Deus. Sendo útil para ensinar, repreender, corrigir e educar na justiça, tornando o ser humano perfeito. 2Tm 3,16. Se sabemos de tudo isso, por que a resistência à leitura da Bíblia, esta fonte inesgotável do amor de Deus?

 

 Acredito que um primeiro passo seja, ficarmos atentos aos fatos da nossa vida. Todos temos algo a oferecer e a aprender. Todos somos alunos e professores uns dos outros. Todos temos problemas e sentimos um desejo intenso em resolve-los, e a primeira idéia que nos vem à mente é recorrer a Deus, através da oração e da reflexão bíblica, pois o próprio Jesus nos disse: “Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância”. Jo 10,10. 

 

Por isso muitos  supõem  que esteja  na Bíblia a solução para todos os problemas. Será? Frei Carlos Mesters nos diz: A Bíblia não soluciona problemas de ninguém. Ninguém vai procurar nela como fazer um curativo, como cozinhar, plantar uma roça, etc. Ela é um mapa que nos mostra onde devemos chegar. Nos indica  os valores de vida de pessoas como nós que caminharam tendo Deus como orientador. Nos faz enxergar o que é certo e o que é errado. Nos dá esperança e nos faz  perceber melhor o futuro.  Ela nos mostra a verdade e nos diz onde encontrar Deus nas próprias dificuldades.

 

A nossa certeza é que, o livro Sagrado foi escrito para nós. Ele aponta a vontade e o projeto da Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo) aos filhos de Deus, ajudando-os a serem melhores através das experiências de milhares de pessoas iluminadas e inspiradas (os escritores). Pessoas com defeitos e limitações como todos nós. Através do estudo e reflexão da Bíblia nos tornamos mais fortes, confiantes no poder da oração e na certeza do perdão de Deus. Ela nos traz a paz e a capacidade de um verdadeiro testemunho de Jesus Cristo.

 

Ultimamente se enfatiza uma nova evangelização em direção ao terceiro Milênio, fundamentados  em comunidades maduras na fé, solidárias, justas e que busquem uma adesão pessoal a Jesus Cristo, conhecendo-o profundamente. Reacender no povo um cristianismo de fé e fidelidade a Palavra de Deus. Buscar no Espírito Santo o ardor apostólico e a unidade da Igreja, mesmo na diversidade. Identificar os Carismas especiais, na tarefa de anunciar o evangelho, sendo capaz de despertar a credibilidade em Jesus Cristo. Usar uma linguagem simples como foi a do nosso Mestre. 

 

Portanto, a Nova Evangelização exige um conhecimento profundo das Escrituras, uma conversão pessoal e comunitária e uma aceitação do outro sem preconceitos ou discriminações.(Sto Domingo. A nova evangelização, itens 26-30).

 

 Para suprir todas estas necessidades, o primordial é conhecer e entender  a carta, o recado de Deus para nós através de sua Palavra.  Não tenhamos medo de algo que não conhecemos. Não nos assustemos com o seu grande volume, pois ela não é apenas um livro mas setenta e três. Realmente pode-se considerar uma biblioteca e é claro que não conseguimos  ler  uma biblioteca de uma só vez, mas de acordo com as nossas  carências. 

Por onde começar então? Escolhendo um dos seus livros, ou um tema, e buscando ajuda nas dificuldades. Ler sempre sem desanimar diante dos obstáculos, os quais  provavelmente serão muitos, pelo modo como foi escrita,  por ser usada uma língua diferente e estranha para nós, e pela Antigüidade dos anos (mais de 3.000). Porém, em tudo isso existe uma certeza: A Bíblia é inspiração divina a homens e mulheres de um longínquo passado, mas que são verdades que devem ser aplicadas às nossas vidas.

 

Através deste Livro Sagrado é que Deus nos revela os mistérios do seu Reino de amor, paz e justiça. “O mundo passa por cobiças e ganâncias, enquanto aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.” 1Jo 2,17.